Muitas pessoas ficam na dúvida entre casa e apartamento na hora de comprar um imóvel. Ambas possuem vantagens e desvantagens, porém, a decisão para a escolha ideal deve considerar as prioridades do comprador e os impactos do dia-a-dia, como comodidade, localização, segurança, lazer, etc.

1. Segurança completa
É um ponto importante para quem pensa em se mudar para apartamento. Isso porque a grande maioria dos prédios conta com porteiro, monitoramento 24h e portões eletrônicos, o que proporciona um controle maior de quem entra e sai do condomínio. Eventuais movimentações estranhas são rapidamente percebidas e comunicadas ao síndico ou ao porteiro.

Para quem passa muito tempo fora de casa ou viajando, ou até mesmo para os que moram sozinhos, optar por morar em apartamento é certamente a tranquilidade tão desejada.

2. Área de lazer
Vários condomínios oferecem espaços especiais e diversificados, como área gourmet, piscinas, salão de festas, entre outros. Para quem tem crianças, ter um espaço de lazer que eles possam brincar com segurança e interagir com as outras crianças que moram no mesmo prédio é um grande benefício. Outro ponto importante, é que toda a limpeza e manutenção dessas áreas já estão inclusas no valor pago do condomínio.

3. Laços de amizade com a vizinhança
A proximidades entre vizinhos é mais uma vantagem. Se você precisar de ajuda, vai ter alguém muito perto para lhe auxiliar. Se estiver viajando, poderá contar com seus vizinhos para regar suas plantas ou cuidar dos seus pets. Com crianças, pode-se combinar com os outros pais um sistema de rodízio de caronas para a escola, por exemplo.

4. Economia nas despesas
Quem mora em prédio, possui vários serviços inclusos na taxa de condomínio, como segurança, limpeza, dedetização programadas, manutenção das áreas externas e etc. Além disso, há prédios que já incluem no condomínio gastos com água e gás.

5. Ter alguém para receber a correspondência
Morando em apartamento, você não precisa se preocupar se alguém estará em casa na hora que o carteiro ou transportadora passar, poderá alinhar com um vizinho ou contar com algum funcionário do prédio na portaria para recebê-las.

6. Regras de convivência
Os moradores de um prédio ou condomínio são conscientes de que devem viver de acordo com as regras que já são estipuladas pelo local. O síndico atua então como uma espécie de mediador e deve trabalhar de forma efetiva para que essas normas de convivência sejam cumpridas. Através das normas internas do prédio, a convivência entre os moradores acaba sendo mais pacífica. Um dos pontos principais da regra de convivência de condomínios é relacionado ao silêncio. Em geral, essas moradias são mais tranquilas neste sentido.

Se gostou das vantagens e está pensando em comprar um apartamento, entre em contato com o nosso consultor de vendas e conheça nossos empreendimentos.

——————

Diante do cenário de pandemia, continuamos a prestar o melhor atendimento de forma remota: telefone, e-mail, whatsapp, videoconferência e site.